Arquivo da categoria: Folio Fotografia

Meus trabalhos em fotografia.

LZT Serralheria – Logotipo

Muitos colegas que trabalham na área de Comunicação sempre alertam que fazer job para amigos e parentes é uma furada total.

Pode até ser… Mas no caso do pessoal da LZT Serralheria, resolvi desconsiderar este aviso e encarar o desafio. Felizmente foi tudo muito tranquilo e divertido, algo bem raro nos dias de hoje!

Print

Naming, criação de logotipo e identidade visual, fotografia de produtos e redes sociais. Tudo planejado e executado sem atropelos e saindo conforme o projeto inicial. Assim como deveria ser sempre…

lzt_logotipo_mockup
Malha construtiva utilizada no desenvolvimento do logotipo.

 

A LZT é uma serralheria instalada em Blumenau/SC. Seus maiores diferenciais são o grande know how, adquirido ao longo de anos de atuação neste segmento, e o foco no desenvolvimento de projetos especiais com aço.

Pelos trabalhos desenvolvidos até o momento, fica a certeza de que uma empresa pequena, com gente inteligente no comando e com bons produtos, sempre encontrará seu lugar no mercado. Agora só espero continuar encontrando mais empresários com este perfil no nosso mercado.

Anúncios

Revista digital – 2011/01

A tradição está sendo mantida entre as turmas do Curso Sequencial de Fotografia, da Furb. A turma 2011/01 encerrou suas atividades no meio do ano, mas deixou seu registro digital em forma de revista eletrônica.

Para quem acompanhou este pessoal de perto, é muito legal ver a evolução de seus trabalhos e a paixão pela fotografia aumentando cada vez mais. O curso encerrou, ficaram as amizades e as fotos. Muitas fotos.

Veja a revista na íntegra clicando aqui.

Revista digital – 2010/02

Mais uma turma do Curso Sequencial de Fotografia, da Furb, acabou de se formar. E como está virando tradição, eles montaram sua própria revista digital, como forma de registro de todo seu empenho durante o semestre 2010/02.

Teve gente que virou noite, trabalhou final de semana, etc, mas o resultado final ficou muito bom. Valeu o empenho, gente! Um grande abraço e bons cliques!

Veja a revista na íntegra clicando aqui.

Revista digital – 2010/01

O curso Sequencial de Fotografia  da Furb – 2010/01 acabou, e como forma de registro do que foi aprendido durante estes meses, os alunos montaram uma revista digital com algumas de suas fotos.

Deu muito trabalho, foi difícil, mas valeu a pena, pois tem muitas imagens interessantes nela.

É legal ver como cada um deles desenvolve seu olhar particular e foi encontrando seu próprio caminho ao longo do curso. Espero ver mais e mais trabalhos deste pessoal por aí.

Para ver a revista  na íntegra, clique aqui.

Bokeh híbrido

Muita gente me pergunta como faço para conseguir fotos como esta abaixo, que tirei nas férias em Ouro Preto.

OuroPreto_AndriMiranteResultado do trabalho digital.

Vou tentar ajudar sem ser  técnico demais, pois esta imagem é um híbrido construído usando três técnicas diferentes: lens flare + bokeh + manipulação digital.


Passo 1: O lens flare

Para produzir uma imagem com flare (brilho), basta apontar a câmera para o sol ou outro tipo de fonte de luz. O tipo de objetiva que você usa vai fazer toda a diferença. Nas que possuem um maior número de elementos internos, ele ficará mais evidente. O ideal é testar com algumas objetivas diferentes e em vários ângulos em relação à fonte de luz, analisando os resultados obtidos. Não existe uma solução padrão, pois cada situação é completamente diferente da outra. A incidência dos raios do sol na objetiva vai gerar pontos de luz na foto sob a forma de “bolhas”, “pentágonos”, “hexágonos” ou outra forma geométrica qualquer.

Exemplo de foto com lens flare.

Passo 2: O bokeh

Bokeh” é a palavra japonesa para “desfoque”. São essas bolas de luz que vemos pelo Flickr. Como esta, que fiz recentemente:

Exemplo de bokeh.

Criar uma imagem deste tipo é, na verdade, bem simples. Escolha um objeto que emita luz, como lâmpadas de Natal por exemplo. Faça a fotometria correta, trabalhando sempre com o diafragma bastante aberto, para ter pouca profundidade de campo. Coloque a câmera em foco manual e tire o foco propositalmente. Pronto! Todos os pontos de luz irão “estourar”, gerando estas “bolotas”.

Comparativo de áreas de foco em uma imagem.

Passo 3: A manipulação digital

Aí é que entra o mais complicado da história. É preciso usar algum tipo de programa para edição de imagens, como o Photoshop. Abra a foto com o flare, sobreponha a ela a imagem do bokeh e mude o “Blend Mode” deste layer para “Lighthen”.

Trabalhando no Photoshop.

Tudo o que está preto ou escuro, irá sumir e o colorido vai ganhar uma certa transparência. É só dar um flatten na imagem e seu bokeh híbrido está pronto!

People & Toys

Acho que a falta de tempo e a correria do dia-a-dia não são exclusividades minhas. Todos passamos por estes problemas. Mas isso não serve de desculpa para não tirarmos um tempinho para fazer as coisas que realmente gostamos.

people&toys_rafael

Esta semana, estava de bobeira na agência e, durante a hora do almoço, resolvi criar um mini-projeto. Começou totalmente por acaso e acabou se transformando em algo mais que um exercício criativo.

Saí fotografando meus colegas de trabalho e os brinquedos que cada um deixa em sua mesa. Tudo com uma linguagem que beira o surrealismo… parece quase um sonho.

Ainda não está terminado, mas já dá para espiar no Flickr como está ficando. O nome do álbum é People & Toys. Espero que gostem.